Arquivos do Blog

São Paulo terá Oktoberfest entre 23 e 25 de novembro.

 

Oktoberfest

Na home Madelon Tedesco, da Tedesco Comunicação, e Norberto Mette, da Oktoberfest Blumenau. Aqui os dois com Sheila Tedesco, André Clemente, da Ambev, MargaretGrantham, do DZT, Paulo Bettanin, da SPTuris, e Carlos Dezen, da Senator Turismo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Oktoberfest, mais famosa das festas alemãs ganhará uma versão paulistana. O evento, que acontece entre os dia 23 e 25 de novembro nos pavilhões norte e sul do Anhembi, será organizada pela Tedesco Comunicação e tem o apoio da SPTuris. A Oktoberfest de Blumenau, maior festa do gênero das Américas, também apoia o projeto, bem como o Centro de Turismo Alemão (DZT). A expectativa é que durante os três dias mais de 100 mil pessoas passem pela festa.

O chefe da coordenadoria de mídia, telecomunicações e concessionários da SP Turis, Paulo Bettanin, acredita que a festa será um sucesso também para o turismo. “Será um momento especial para a cidade. A versão paulistana da Oktoberfest vai atrair muitos visitantes”, disse. “Tocemos para que seja a primeira de muitas em São Paulo e no Anhembi”, complementou.

A ideia de trazer a festa para São Paulo, segundo a diretora de operações da Tedesco Comunicação, Madelon Tedesco, surgiu pelo fato da cidade ser a maior emissora de turistas tanto para a Oktoberfest de Munique, na Alemanha, quanto para a de Blumenau. Estima-se que todos os anos mais de 400 moradores da capital paulista participem dessas festas. “São Paulo não poderia ficar de fora, pois é um povo que aprecia a cultura alemã e também tem uma colônia muito grande”, afirmou. “Queremos fazer da primeira edição uma experiência memorável, que entrará para a história da capital e continuará a ser contada ano após ano”, garantiu.

Norberto Mette, presidente do Parque Vila Germânica, que promove a Oktoberfest de Blumenau, e que é curador cultural da festa paulistana, destacou que não há concorrência e garantiu que a festa catarinense está dando todo o apoio para garantir o sucesso do evento. “Não podíamos ficar de fora. São Paulo é o maior mercado consumidor de festas alemãs no Brasil e os paulistanos vão ganhar mais um evento de lazer de qualidade”, afirmou. “Para o DZT é uma oportunidade de mostrar um pouco do que é a Alemanha”, completou Margaret Grantham, diretora do DZT no Brasil.

A cultura e gastronomia alemã serão celebradas durante o evento, que contará com 35 horas de música, com 13 bandas e seis DJs. Os ingressos custarão a partir de R$ 70, mas serão montados pacotes com descontos para quem participar dos três dias ou para grupos. Para uma família de quatro pessoas e uma criança menor de 12 anos, o pacote custará R$ 180, por exemplo. Assim como acontece na versão alemã, todos os participantes ganharão uma caneca personalizada do evento. O investimento total para a realização da Oktoberfest de São Paulo é de R$ 8 milhões.

Fonte: Mercado & Eventos por Anderson Masetto  

Mercado&Eventos

Anúncios